Telefone: 55 (51) 3011 6982

Captura de tela 2024-06-13 190228

Prejuízos enchente – Levantamento dos impactos aponta prejuízos de mais de R$300 milhões

Patrocínio

A pesquisa, iniciada em 10 de maio com recorte em 11 de junho, foi conduzida a nível estadual pelo Governo do Estado e Sebrae e localmente contou com apoio do Câmara da Indústria, Comércio e Serviços do  Vale do Taquari,  entidades empresariais locais e Sebrae VTRP. Embora ainda esteja aceitando respostas, a coleta de dados foi realizada de duas formas: a pesquisa foi disponibilizada através de um link de respostas e também houve levantamento presencial em cinco cidades. O levantamento identificou que 1.452 empresas de todos os portes foram afetadas, abrangendo desde produtores rurais até micro e grandes empresas. Quase 30% dos empreendimentos ainda não retomaram suas operações. A maioria estima que levará até seis meses para voltar à normalidade e tem até 10 colaboradores. A maior necessidade apontada é o acesso a linhas de crédito.

A pesquisa abordou questões relacionadas ao número de colaboradores afetados, estimativa de perdas das empresas e necessidades imediatas. De acordo com os resultados, os prejuízos estimados ultrapassam R$306 milhões. Segundo a gerente regional do Sebrae, Liane Klein, os dados refletem as necessidades imediatas dos empreendedores da região. “Para o Sebrae, essa pesquisa é extremamente importante, pois nos proporciona dados concretos da região e nos permite saber as principais demandas das empresas. Desta forma, o mutirão nos municípios permite que quem esteja sem acesso a internet possa responder, além de proporcionar um contato próximo com os empreendedores afetados. Com esse esforço, conseguimos um aumento significativo na participação das empresas, fornecendo subsídios valiosos para apresentar dados às entidades públicas e privadas, visando articular recursos para apoiar os empreendimentos impactados.”

Esta foi a segunda vez que a pesquisa foi realizada; a primeira foi em outubro do ano passado. O presidente da CIC VT, Ângelo Fontana, destacou a importância dessa continuidade na coleta de dados. “Após um mês de pesquisa, através do censo que o Sebrae, FIERGS, Federasul, ACIS, CIC VT  lançaram para diagnosticarmos o tamanho do dano causado no CNPJ do Vale do Taquari, estamos com resultados surpreendentes mostrando o volume considerável de micro, pequenas, médias e grandes empresas informando seus prejuízos. A importância desses dados ser estatística é muito grande para nós, como líderes empresariais, podermos conduzir junto aos governos estadual e federal as estimativas e os dados pertinentes à necessidade de recursos e apoio para retomarmos o Vale do Taquari e o Estado do Rio Grande do Sul após as cheias de maio de 2024. Agradeço o empenho da equipe do Sebrae e das ACIs e seus executivos para que pudéssemos chegar a esse belo resultado. “

Assessoria de imprensa CIC VT

CIC Vale do Taquari

Mais notícias

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa  Política de Privacidade.